e lá vai o homem moderno saltitanto graciosamente de preconceito em preconceito,

como quem salta de pedra em pedra sobre o riacho frio e lamacento da admissão e resolução dos seus próprios males

É assim que a sociedade, dotada dos si-mesmos dos seus quaisquer constituintes, congrega em desamores pessoas cujo indivíduo é dado como uma nulidade e o colectivo é agrupado numa classe catalogada com um estatuto moral arbitrado não se sabe bem como baseado no qual se sonegam direitos sociais e jurídicos e a remuneração sob a forma de vida pela vida que vivem e perdem em igualdade com os demais.
Os pretos são seres semi-selvagens optimizados para a escravatura, os judeus são os bastardos avarentos que a vergonha de Deus impôs à Europa erradicar, as mulheres são procriadeiras acéfalas que não poderiam jamais ter autonomia, os cristãos são a corrupção do mundo, os muçulmanos são bombas caminhantes de ódio e ignorância, os imigrantes são a raiz de todos os problemas das nações onde instalam, os homossexuais são becos sem saída onde a alma e a biologia se consomem em devassidão, etc etc.
Oxalá caia um dia.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s