light & crispy

Ontem fizemos pizza tipo calzone lá em casa. Inspiradas nesta receita, mas com algumas alterações por opção ou porque correu mal…

 

~ calzonada ~

 

A massa:

Numa tigela, junta-se 4 chávenas de farinha de trigo com uma colher de sopa de fermento em pó e uma de chá de sal fino. Deita-se uma colher de sopa de azeite e vai-se misturando à medida que se acrescenta aos poucos chávena ou chávena e meia de água morna. Tem de ser aos poucos porque tem de se ir sentindo se a a massa está a colar ou não… É suposto não prender aos dedos nem à tigela.Tapa-se com um paninho e deixa-se a repousar para crescer durante 1h.

A nossa quase não levedou. Será que não era para usar fermento em pó? De qualquer modo, o resultado foi bom: a massa ficou fininha e as calzones ficaram muito mais leves no estômago e super cocrantes!

Antes de começar a preparar o recheio, divide-se a massa em 4 bolinhas (ou 2, se se dispensar o crocante e preferir massa mais espessa) que se envolvem em paper aderente e se deixam a descansar. E liga-se o forno para ir aquecendo bem a 200C.

 

O recheio:

Refoga-se dois dentes grandes de alho em azeite e junta-se quatro tomates desfeitos e sem pele. Tempera-se com sal, pimenta, colorau, folhas de mangericão fresco e orégãos. Acrescenta-se polpa de tomate e vinho branco e deixa-se apurar uns minutos. Depois junta-se espinafres (os nossos eram descongelados (à volta de 750g a 1kg) e escorridos mas podem ser frescos). Cozinha até os espinafres estarem tenros e com pouco líquido. Depois raspa-se uma generosa mão cheia de parmesão lá para dentro.

 

Conclusão:

Depois de enfarinhar a bancada ou uma tábua, desembrulham-se as bolas de massa, dão-se-lhe umas pancadinhas para ficarem abolachadas e estendem-se uma a uma com o rolo da massa até formar um disquinho mais ou menos fino. Em metade, coloca-se os espinafres e mozarella ralada deixando uma borda de 1cm. Pode acrescentar-se qualquer coisa por cima… Fizemos 4 calzones com diferentes: chouriço aos cubinhos, corações de alcachofra e fiambre. É ao gosto!

Fecha-se o disco fazendo uma dobrinha na margem. Se não estiver a colar por causa da farinha, pode-se molhar o dedo e passar na margem como se fosse um envelope.

Pincelam-se as almofadinhas com azeite e vai ao forno num tabuleiro antiaderente ou numa folha de silicone (a minha nova amiga favorita) até dourar.

 

Cuidado, está quente!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s