de Leuvense vaart

Hoje fui conhecer o chamado canal de Leuven, que liga Leuven a Mechelen e conduz os barcos até ao porto de Antuérpia pelas vias fluviais conseguintes. Foi construído lá para o século XVIII e estimulou e escoou a indústria de Leuven, agora mundialmente conhecida pelo grupo InBev e o exlíbris de Leuven: cerveja Stella Artois. Hoje em dia, parece que não tem tanta relevância económica, a avaliar pela pasmaceira! Melhor para nós, domingueiros, que podemos passear sossegadamente pelas duas ciclovias que ladeiam as suas margens.

A ideia inicial era aproveitar o primeiro domingo francamente bom do ano e ir até Mechelen. Ir e vir são cerca de 60 km sempre pelas margens do canal. Mas duas horas depois de ter saído de Leuven e depois dum piquenique abastado a apanhar sol à beira dum pasto, concordámos que passar horas seguidas a pedalar é um tanto ou quanto… monótono. E apesar de já estarmos com a torre da catedral de Mechelen à vista no horizonte, voltámos para trás e deixámos a concretização para outro dia. Mesmo assim, foram 40 km, muito sol na fronha e o meu rabo ´tá que nem posso! Portanto, hei-de ir a Mechelen de bicicleta, mas primeiro preciso de arranjar um selim mais fofinho!

2 thoughts on “de Leuvense vaart

  1. O meu joelho cirurgicamente melhorado gostaria de fazer essa prova!
    Hás-de experimentar um selim de cabedal. Pode não parecer à primeira vista e utilização, mas são mais confortáveis do que os selins acolchoados.

    • Eu acho mas é que vou amarrar uma almofada ao selim, com fronha e tudo!, e fazer estes passeios confortavelmente instalada.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s