espargo, o sabota xixi

fonte desconhecida

Os espargos estão para a bexiga como as couves para o cólon. Uns 15 ou 20 min depois de comermos espargos, se formos à casa de banho o xixi cheira mesmo muito mal. Mais giro ainda é que nem toda a gente tem a capacidade de sentir esse cheiro. Ninguém sabe muito bem como de onde é que vem esse cheiro e porque é que há pessoas que não o detectam.

Se calhar é devido a este mistério científico que os espargos me atraem tanto! No outro dia usámo-los uma quiche forte e deliciosa e super rápida:

 ~ quiche que parece uma floresta de bambu ~

Primeiro faz-se a massa de quiche: 300 g de farinha, 100 g de manteira e sal fino bem misturados. Quando parecer areia, junta-se água morna aos poucos até ficar com a consistência própria e já não se pegar aos dedos. Faz-se uma bola e guarda-se no frigorífico enquanto se prepara o recheio.

Cozem-se os espargos verdes inteiros em água e sal até ficarem al dente e escorrem-se.

Numa tigela, batem-se 4 ovos inteiros. Junta-se uma caneca de leite, duas chalotas às rodelas, um raminho de cebolinho picado, duas colheres de chá de mostarda e queijo ralado (usei mozarella e parmesão). Tempera-se com noz moscada, pimenta e sal e mistura-se tudo bem.

Verte-se esta mistura para dentro duma tarteira forrada com a massa esticadinha. Dispõem-se os espargos por cima e talvez umas azeitonas aqui e ali. Vai ao forno a 180C até os ovos estarem sólidos, tipo pudim.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s