extrapolação

Li numa revista que estar exposto ao queixume dos outros faz mal ao nosso cérebro. Se estás sempre a queixar-te e a mandar vir com tudo, provavelmente não notas. Mas se até és uma pessoa positiva e que pontua as interacções sociais com sorrisos, já deves ter identificado os sintomas que o tal artigo apontava para a sobrexposição a rezingões, queixinhas e lamentosos. Estes incluem contágio com o negativismo dos outros e até a estupidificação. Basicamente, suga-nos a alegria e o optimismo e adormece-nos partes do cérebro até elas se inactivarem.

Há uma criatura que cabe perfeitamente nesta descrição. Exactamente: o Dementor!

Exemplo de actuação dum Dementor, aqui a sugar a alegria do Harry Potter.

Exemplo de actuação dum Dementor, aqui a sugar a alegria do Harry Potter.

Podemos então extrapolar que aquelas velhas que vão no autocarro a gemer as desgraças do mundo todo e a competir para ver quem tem a pior saúde e tem as varizes mais grossas, são, na verdade, uma espécie de Dementors que usa avental e socas ortopédicas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s