a fingir que é verão

~ queques de limão e ricotta com creme de menta ~

DSC00835

Batem-se 175g de açúcar com 175g de manteiga amolecida. Junta-se a raspa de 2 limões, 3 gemas e 250 g de ricotta e bate-se para misturar bem e ganhar ar. Sem deixar de bater, adiciona-se aos poucos 125 g de farinha com 1 colher de chá de fermento em pó misturada. Depois de estar bem batido, adiciona-se as 3 claras em castelo.

Espalha-se por 12 forminhas de queques e vai ao forno previamente aquecido a 180ºC até ficarem dourados. Usar o palito para aferir a cozedura é traiçoeiro porque esta massa dá um bolo muito húmido, pelo que vem sempre algum vestígio atrás. Ah e os queques abatem logo, mas é normal.

Quando os queques estiverem prontos e fora do forno, faz-se a cobertura. Mistura-se muito bem com uma colher 30 g de açúcar em pó e 40 g de margarina amolecida. Junta-se então 100 de queijo creme (tipo Philadelphia), menta fresca picadinha e raspa de limão a gosto. Bate-se até ficar cremoso e fofinho. Barram-se então os queques com uma espátula ou com bisnaga de creme, tanto faz.

Rende 12 queques.

taxonomia p’rá você

Hoje olhei com atenção para a conserva que me esperava para o almoço e reparei na seguinte descrição:
image

Fiquei intrigada. O que é “tipo” polvo?

Fui ler o verso da embalagem e lá explicava-se que o conteúdo era pota.

Meus amigos, pota não é polvo. Quanto muito é “tipo” lula. O polvo e a pota estão agrupados até à subclasse Coleoidea (têm concha interior) mas pertecem a taxa diferente daí para baixo.

Trocando por miúdos: é a mesma coisa que servir vaca e dizer que é “tipo” coelho, uma vez ambos pertencem à subclasse Eutheria (têm placenta)! É correcto dizer que encontraram um “tipo” javali no sótão, quando na verdade era um rato? Ou que os vossos filhos querem um “tipo” antílope quando na verdade eles pediram um cãozinho? Ou que o gajo que desenhou este produto é “tipo” burro? Ah, espera, é burro mesmo!

peixurguers

A receita original leva bacalhau fresco, camarão e alcaparras. Mas aqui em casa fez-se a versã mais barata com pescada, delícias do mar e pickles. Resultou lindamente, numa refeição leve e pouco usual.

~ hamburguers de peixe ~

Quem tiver um picador, que o use. Nós picámos à mão: 400 g de blocos/filetes de pescada, 200g de delícias do mar, duas chalotas, 3 colheres de sopa de pepino em pickle e 1 colher de sopa de salsa. (Isto dá para 8 hamburguers.) Tempera-se com sumo de meio limão, sal fino e pimenta preta. Junta-se uma chávena de chá de pão ralado e amassa-se até ficar consistente e uniforme. Molda-se esta massa em forma de hamburguer. Pincela-se dos dois lados com azeite e grelha-se numa frigideira anti-anderente.

Fica muito bem com arroz e salada ou no pão com molho tártaro!

espargo, o sabota xixi

fonte desconhecida

Os espargos estão para a bexiga como as couves para o cólon. Uns 15 ou 20 min depois de comermos espargos, se formos à casa de banho o xixi cheira mesmo muito mal. Mais giro ainda é que nem toda a gente tem a capacidade de sentir esse cheiro. Ninguém sabe muito bem como de onde é que vem esse cheiro e porque é que há pessoas que não o detectam.

Se calhar é devido a este mistério científico que os espargos me atraem tanto! No outro dia usámo-los uma quiche forte e deliciosa e super rápida:

 ~ quiche que parece uma floresta de bambu ~

Primeiro faz-se a massa de quiche: 300 g de farinha, 100 g de manteira e sal fino bem misturados. Quando parecer areia, junta-se água morna aos poucos até ficar com a consistência própria e já não se pegar aos dedos. Faz-se uma bola e guarda-se no frigorífico enquanto se prepara o recheio.

Cozem-se os espargos verdes inteiros em água e sal até ficarem al dente e escorrem-se.

Numa tigela, batem-se 4 ovos inteiros. Junta-se uma caneca de leite, duas chalotas às rodelas, um raminho de cebolinho picado, duas colheres de chá de mostarda e queijo ralado (usei mozarella e parmesão). Tempera-se com noz moscada, pimenta e sal e mistura-se tudo bem.

Verte-se esta mistura para dentro duma tarteira forrada com a massa esticadinha. Dispõem-se os espargos por cima e talvez umas azeitonas aqui e ali. Vai ao forno a 180C até os ovos estarem sólidos, tipo pudim.